Início » Caminhada pela vida encerra Atividades de Outubro Rosa

Caminhada pela vida encerra Atividades de Outubro Rosa

by Portalagora

 

Juliana Lelis

As atividades em comemoração ao Outubro Rosa chegaram ao fim. Este ano com o tema, “E você já descobriu que todo dia pode ser rosa?” foram realizadas diversas ações nas unidades de saúde do município, voltadas para aconselhamento, orientações e cuidados com a saúde da mulher. Os trabalhos começaram no dia 4 com um encontro de mulheres no ESF Ermida e foram encerrados com palestras de conscientização em diversas unidades.

O Outubro Rosa é comemorado no mundo todo e tem como objetivo estimular a participação da população no controle do câncer de mama. Em Divinópolis, além das ações realizadas pela prefeitura, e comemorações internas de diversas empresas, a Associação do Combate ao Câncer do Centro-Oeste de Minas (Acccom) também desenvolveu diversos trabalhos, que são encerrados hoje, 29, com a 5ª Caminhada pela Vida, realizada todos os anos e que marca o encerramento do mês e o ponto alto das comemorações. A caminhada terá concentração as 8h na praça da Catedral e segue até a praça do Santuário.

Câncer de mama

Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca) o câncer de mama é o segundo tipo mais frequente da doença no mundo. Segundo mais comum entre as mulheres, o câncer de mama no Brasil apresenta uma elevada taxa de mortalidade, pois em grande parte dos casos, a doença é diagnosticada já em estágio avançado.

Ainda de acordo com dados do Inca, em 2016 foram registrados 57.960 novos casos da doença e, em 2014, 14.622 morreram em decorrência da do câncer no país. Mesmo sendo uma doença que assusta grande parte das mulheres, se diagnosticada e tratada com antecedência, à chance de cura é maior. Foi o caso da professora Maria Cláudia Oliveira de 46 anos. Aos 38, após notar um caroço estranho próximo a axila ela descobriu que estava com a doença.

— No momento em que o médico me deu a notícia, eu tinha certeza que ia morrer. Passa um verdadeiro filme na sua cabeça, na época minha filha com apenas cinco anos, e eu pensando o que seria dela sem mim; é um choque e nunca estamos preparados para notícia — contou.

Segundo Maria Cláudia, a doença estava no começo, e logo após o diagnóstico, já providenciou o início do tratamento.

— Mesmo ainda assustada e com muito medo do que estava por vir, eu comecei o tratamento. Minha filha sempre foi minha fonte de esperança; eu olhava para ela e sentia a necessidade de estar bem e ficar bem por ela —  disse.

Maria conta que o tratamento não foi fácil e várias vezes desacreditou que realmente fosse melhorar. Hoje, oito anos depois, e com o filho Miguel de apenas um ano no colo, ela comemora a segunda chance que a vida lhe deu.

— Me sinto uma vencedora, nasci de novo, e Deus ainda encontrou uma forma de me mostrar o valor da vida me dando mais um filho. Hoje, busco viver minha vida da melhor forma, aproveito minha família, pratico esportes, e sou muita grata a oportunidade que tive de recomeçar — finalizou.

Autoexame

Segundo a Acccom, o autoexame das mamas é um método de detecção precoce do câncer. A associação recomenda a realização dele pelas mulheres, como uma forma de conhecimento do próprio corpo, entretanto, acrescenta que o mesmo não substitui o exame físico realizado pelos profissionais da saúde.

 

 

você pode gostar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O Portal de Notícias Jornal Agora é a fonte de informações mais confiável e abrangente para a nossa comunidade. Com foco exclusivo em acontecimentos que afetam diretamente nossa região, oferecemos uma visão única e aprofundada dos eventos locais, mantendo os residentes informados e engajados.

Notícias Recentes

Veja Também

@2024 – Todos os direitos reservados. Projetado e desenvolvido por @lethiciamauridg

-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00