Início » Combustíveis mantêm trajetória de aumento em Divinópolis

Combustíveis mantêm trajetória de aumento em Divinópolis

by Portalagora

Pablo Santos

Os preços dos combustíveis subiram pela quarta semana seguida nos postos de Divinópolis. Mesmo com anuncio realizado pela Petrobras de redução dos valores, tanto a gasolina como o etanol tiveram alta, de acordo com os dados da Agência Nacional do Petróleo (ANP).

Segundo a pesquisa semanal, o etanol estava cotado na semana de 2 a 10 de outubro a R$ 2,647, em média, e no período de 23 a 29 de outubro passou R$ 2,804, representando acréscimo de 5,9%, de acordo com a ANP.

Em maio, o valor do etanol na cidade estava contado a R$ 2,512, em média, representando um dos menores preços do ano.

Quando se compara o valor de maio com o outubro, o derivado da cana de açúcar já subiu 11,62% nas bombas de combustível da cidade, conforme os dados da ANP.

No Brasil, o preço mínimo registrado para o etanol foi de R$ 2,149 o litro, em São Paulo, e o máximo foi de R$ 3,999 o litro, no Rio Grande do Sul. Na média, o menor preço foi de R$ 2,471 o litro, em Mato Grosso. O maior preço médio foi verificado no Amapá, de R$ 3,71 o litro.

Em São Paulo, principal Estado produtor e consumidor, a cotação avançou 2,18% na semana, para R$ 2,53 o litro. No período de um mês acumula alta de 9,86%, a maior do País. Na semana, o maior avanço das cotações foi registrado no Rio de Janeiro (5,42%), enquanto o maior recuo ocorreu no Amazonas (1,98%). A maior queda mensal ocorreu também no Amazonas (4,30%).

Gasolina
A gasolina também registrou aumento em Divinópolis. Segundo a ANP, o valor do derivado do petróleo estava cotado na semana de 2 a 10 de outubro a R$ 3,727 e entre os dias 23 a 29 do mesmo mês, passou para R$ 3,757, em média, registrando um leve aumento de 0,80%.

A redução nos preços da gasolina e do diesel anunciada pela Petrobras em meados de outubro não chegou ao consumidor. Pelo contrário, na média nacional, a gasolina subiu. De acordo com pesquisa semanal da ANP, a gasolina foi vendida no País a um preço médio de R$ 3,671 por litro, 0,5% superior ao verificado na semana anterior.

Distribuidoras e postos dizem que o aumento do preço do etanol anidro, que é misturado à gasolina, compensou a redução promovida pela Petrobras.

A Petrobras anunciou corte de 3,2% no preço da gasolina e de 2,7% no preço do diesel vendido pelas refinarias, sem considerar os impostos. Foi a primeira redução desde 1999.

A expectativa da estatal era de que o repasse às bombas seria de redução de R$ 0,05 por litro. O preço da gasolina subiu em dez estados e no Distrito Federal e ficou praticamente inalterado em outros sete.Nos outros, houve pequena redução. Parte deles, como Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás, são estados onde o combustível já é mais barato.

A pesquisa da ANP mostra que também não houve queda no preço do diesel, que foi de R$ 3,005 por litro em média esta semana, contra R$ 3,002 na semana anterior.

 

 

você pode gostar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O Portal de Notícias Jornal Agora é a fonte de informações mais confiável e abrangente para a nossa comunidade. Com foco exclusivo em acontecimentos que afetam diretamente nossa região, oferecemos uma visão única e aprofundada dos eventos locais, mantendo os residentes informados e engajados.

Notícias Recentes

Veja Também

@2024 – Todos os direitos reservados. Projetado e desenvolvido por @lethiciamauridg

-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00