Início » Desenvolvimento humano municipal na Educação foi pouco expressivo

Desenvolvimento humano municipal na Educação foi pouco expressivo

by Portalagora

 

Da Redação

O Radar Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDH) do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) foi apresentado ontem aos brasileiros com os principais indicadores socioeconômicos de desenvolvimento humano no Brasil. O documento registra uma tendência de crescimento, apesar dos primeiros sinais de desaceleração e estagnação da ocorridos a partir de 2010.

Elaborado com os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) do IBGE, o Radar indica que a renda dos brasileiros cresceu a taxas anuais superiores ao último período intercensitário (2000 a 2010), enquanto os dados de longevidade e educação apresentaram taxas de crescimento menores, ainda que tenham apresentado certo crescimento. De acordo com o levantamento, elaborado pelo Pnud em parceria com a Fundação João Pinheiro e o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), o crescimento do IDHM do país, apesar do cenário econômico adverso no pós 2010, é reflexo da “robustez” da rede de proteção social existente no país.

— Desta forma, a população brasileira não sofreu grandes impactos no período devido à robustez dos programas sociais, que ofereceram apoio em dimensões básicas da vida humana, como saúde, educação e renda — afirma o levantamento.

Educação pouca expressiva

Em relação à educação, os dados da Pnad mostram que a taxa média de crescimento anual dos indicadores relativos à frequência escolar e de frequência nas séries finais do ensino fundamental e no ensino médio foi inferior à observada entre os censos de 2000 e 2010.

— Este crescimento pouco expressivo destas taxas alerta para a necessidade de as políticas públicas buscarem reforçar o aumento da frequência escolar, com menor defasagem idade-série, dos jovens e adolescentes de 15 a 17 anos (anos finais do ensino fundamental) e de 18 a 20 anos (ensino médio) — destaca oi relatório da pesquisa.

Uma das discrepâncias de educação é a estagnação no percentual de pessoas com 18 anos ou mais e ensino fundamental completo, que registrou taxa de crescimento de só 0,5% ao ano (de 2011 a 2014), significativamente inferior ao último período intercensitário, quando a taxa foi de 3,3% ao ano.

Na conclusão do levantamento, o Pnud manifesta a expectativa de que os resultados do Radar IDHM “estimulem o desenho e a implementação de políticas públicas que contribuam para gerar avanços na realidade social e econômica do país, com redução das desigualdades sócio espaciais e ampliação das oportunidades de inclusão social, visando ao bem estar da população brasileira”.

IDHM Divinópolis

O Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) de Divinópolis é de 0,764, considerado alto, estando em 21º lugar no ranking das cidades mineiras. Nova Lima (1), Belo Horizonte (2) – os mais altos – Uberlândia (3), Itajubá (4), Lavras (5), Poços de Caldas (6), Juiz de Fora (7), Varginha (8), Lagoa Santa (9) e Itaú de Minas (10) são os municípios com melhores escores.Média estadual é de 0,731 (alta). (FF) (Com informações da Agência Brasil).

 

 

você pode gostar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O Portal de Notícias Jornal Agora é a fonte de informações mais confiável e abrangente para a nossa comunidade. Com foco exclusivo em acontecimentos que afetam diretamente nossa região, oferecemos uma visão única e aprofundada dos eventos locais, mantendo os residentes informados e engajados.

Notícias Recentes

Veja Também

@2024 – Todos os direitos reservados. Projetado e desenvolvido por @lethiciamauridg

-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00