Início » Iniciado trabalho de “limpeza” e contenção de sangrias do São João

Iniciado trabalho de “limpeza” e contenção de sangrias do São João

by Portalagora

Flávio Flora

Há meses sem ocupar as páginas da imprensa com novidades animadoras, o Hospital São de Deus dá notícias de superação de seus problemas.  Nesta segunda, 27, foi anunciada a nova formação do Conselho Curador para atuar nos próximos dois anos.

Oito entidades indicaram seus representantes, para tomarem posse no próximo dia 13: Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e Serviços de Divinópolis (ACID); Associação dos Advogados do Centro-Oeste de Minas (AACO/MG); Associação dos Amigos do Hospital São João de Deus (AAHSJD); Associação de Combate ao Câncer do Centro-Oeste de Minas (ACCCOM); Federação das Associações de Moradores de Bairros; Federação das Associações dos Moradores de Bairros e Conselhos Comunitários Rurais de Divinópolis (FAMBACCORD); Mitra Diocesana de Divinópolis; Sindicato dos Contabilistas de Divinópolis (Sincondiv); Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).

Na reunião, a superintendente da Fundação Geraldo Corrêa, Elis Regina Guimarães, apresentou um resumo da atual situação financeira do hospital, referindo-se à dívida, ao déficit mensal e às expectativas postas pela nova administração, acrescentando que é possível sair da crise.

 

Receita certa

 

Para o presidente Associação dos Advogados do Centro-Oeste de Minas (AACO/MG), Sérgio Martins, “a situação do hospital não está fácil”, porque as administrações anteriores “não se preocuparam sequer em manter fluxos de caixa financeiro básico”. Apesar da nota de preocupação, Martins acredita que a contratação da nova superintendente e a atuação eficiente da comissão interventora, em sintonia com o novo Conselho Curador, produzirão melhoras na situação já nos próximos meses.

— As coisas vão tomar um novo rumo, principalmente com o apoio jurídico, fiscal e contábil que serão dados pelo AACO e pelo SINCONDIV — revela Sérgio Martins, que estava acompanhado dos membros da Comissão de Saúde da entidade Geovane Guimarães, Lucimere Sousa e Regis Ribeiro.

Sobre a aproximação da AACO do Conselho Curador, Martins disse que atendeu a convite do Irmão Augusto OH, depois que a Ordem deixou de compor com exclusividade o referido conselho, abrindo-o à participação de representações da sociedade.

 

Momento animador

 

Em conversa com o jornal Agora, ontem, Sérgio Martins se mostrou entusiasmado com a gestão da superintendente Elis Regina Guimarães – que, segundo ele, “tranquilizou bastante” e inspira confiança nas suas decisões– porque já apresenta resultados animadores sobre a recuperação da instituição, o que permite seguir para nova renegociação da dívida.

Outro tema proposto ao presidente da AACO para comentar referiu-se à situação administrativa e operacional da unidade hospitalar, que já estaria passando por uma auditoria interna em busca de situações que ainda prejudicam a recuperação total. Ele disse que essas informações eram verídicas e que não tinha autorização para comentar, mas não deixou de elogiar o “trabalho de limpeza” que está para ser efetivado com denúncias ao Ministério Público. É justamente essa sujeira um dos maiores problemas do Hospital.

A próxima reunião administrativa do São João ocorrerá na manhã do dia 13 para apresentação de novo estatuto com as devidas alterações aprovadas pelo Conselho.

 

Ao pé do ouvido

 

O “Portal do Centro-Oeste” publicou, na terça-feira, matéria de Amanda Quintiliano com informação (sob sigilo de fonte) de que mais 10 leitos foram acrescentados à Unidade de Terapia Intensiva (UTI), que agora conta com 20 unidades. Também teria sido informada que o Ministério da Saúde habilitou a Rede Cegonha e “salários e tributos trabalhistas estão em dia, assim como honorários médicos”, relata a jornalista, enfatizando que pelos corredores já se sente o “alívio” entre os colaboradores. “A expectativa é de o HSJD começar a operar no azul em seis meses”, arrisca Quintiliano.

Fontes do Agora confirmam a expectativa geral, mas só permanecerão otimistas se houver um aporte mensal de R$ 2 milhões, o mínimo para cobrir os gastos mensais e manter um fluxo de caixa, o que até aqui não houve.

 

 

você pode gostar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O Portal de Notícias Jornal Agora é a fonte de informações mais confiável e abrangente para a nossa comunidade. Com foco exclusivo em acontecimentos que afetam diretamente nossa região, oferecemos uma visão única e aprofundada dos eventos locais, mantendo os residentes informados e engajados.

Notícias Recentes

Veja Também

@2024 – Todos os direitos reservados. Projetado e desenvolvido por @lethiciamauridg

-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00