Início » Bonita homenagem na Arena Condá

Bonita homenagem na Arena Condá

by Portalagora

Batendo Bola

 José Carlos de Oliveira

 jcqueroviver@hotmail.com.br

 O desastre aéreo que vitimou atletas, funcionários e dirigentes da Chapecoense, além de jornalistas esportivos de diversos órgãos de imprensa de todo o Brasil, nos deixam algumas lições e exemplos de vida, que podem e devem servir de reflexão para todos nós, em dias futuros.

Poderíamos até destacar o lado negativo, com o amor de alguns pelo dinheiro deixando uma marca de destruição e dor (não fosse o piloto e proprietário da empresa aérea ter tentado economizar alguns trocados, o desastre não teria ocorrido), mas esta não é a questão e muito menos o principal tema de toda esta história.

O que deve ocupar as mentes e os corações de todos, é a solidariedade que se fez presente em todas as partes do mundo. O que importa agora é revivermos e nos lembrarmos de todas as lições de amor que foram passadas durante estes dias de dor da Família Chapecó. De onde menos se esperava veio o socorro e o alento para famílias sofridas, que não tinham e nem sabiam a quem recorrer.

A começar pela bonita homenagem do Atlético Nacional, da Colômbia, na noite de quinta-feira, com torcida e dirigentes lotando o estádio, na cidade de Medellin, na hora em que seria realizado o jogo contra a Chapecoense, para declarar seu respeito aos que se foram, até o último adeus dos heróis no sábado. Tudo foi feito para marcar a data de modo singular. Não é por acaso, que foi dos colombianos, a mais bonita frase que ouvimos nestes dias, e que pode muito bem sintetizar todo o drama do povo de Chapecó: a Chapecoense viveu um sonho e acordou como uma lenda.

E esta é a realidade. O jovem time de Chapecó, cidade de pouco mais de 200 mil habitantes no Sul do País, chegava à sua primeira final em torneios internacionais, sonhando em ser campeão, e agora entra para a história do futebol mundial como o clube que perdeu atletas e funcionários em uma tragédia, mas foi abraçado com carinho e amor por homens e mulheres de todo o mundo.

O que gostaríamos de estar noticiando hoje era que, neste meio de semana, na cidade de Curitiba, no estádio Couto Pereira, a Chapecoense faria o duelo decisivo contra o Nacional de Medellin, em condições se sagrar campeã da Copa sul-americana, escrevendo de forma brilhante seu nome na história do futebol do continente.

Mas o destino pregou uma peça em todos, e hoje temos que nos contentar (e até nos alegrar) de, num momento de dor, o mundo ter descoberto que existe, sim, fé, esperança e amor para todos, mas que sem amor nada somos e nem seremos.

 

MANGUEIRAS BRASIL

 

Conmebol oficializa conquista

 

Um prêmio de consolo em meio à dor. Pode até ser isso, mas vem em boa hora a atitude da Confederação Sul-americana de Futebol (Conmebol) de oficializar a equipe da Chapecoense como campeã da Copa Sul-americana de 2016.

Mais do que a alegria de poder festejar sua primeira conquista internacional, a medida tem outros pesos de igual importância para o torcedor de Chapecó.  Além da taça de campeão, o “Verdão do Oeste” ficará com os 2 milhões de dólares (R$ 6,86 milhões) de premiação pela conquista.

E mais do que isto, o simpático time da cidade de Chapecó está oficialmente classificado para a Copa Libertadores na próxima temporada, e como um Fênix poderá ressurgir das cinzas para escrever novos e belos capítulos em sua história.

Pelo que vimos das demonstrações de carinho que foram dadas pelo povo nos últimos dias, tenho para mim que estará surgindo já em 2017 uma Chapecoense ainda mais forte, em condições de se manter pelas próprias pernas e continuar a escrever esta bonita história, de apenas 43 anos de vida.

Em campo, os adversários que se cuidem, porque o Furacão foi apenas ferido. Ele está mais vivo do que nunca.

 

Ainda dá para o Galo

 

Passada a emoção e a tristeza pela tragédia com a Chapecoense, a bola volta a embalar os corações e os sonhos das torcidas. E já neste meio de semana teremos um duelo decisivo entre dois gigantes do futebol brasileiro. Grêmio e Atlético entram em campo parra decidir a Copa do Brasil, em jogo que está marcado para amanhã, às 21h45, na Arena Grêmio, em Porto Alegre.

Como levou a melhor, no confronto de ida, em pleno Mineirão, derrotando o Galo por 3 a 1, o tricolor gaúcho pode até perder por um gol de diferença, que conquista o seu quinto título do torneio. Mas que ninguém duvide da força do time alvinegro, que tem futebol suficiente para reverter o resultado.

A missão para a equipe treinada hoje pelo jovem técnico do time de juniores alvinegro, Diogo Giacomini, é sim das mais difíceis, mas não é impossível.

Em condições normais, o Grêmio pode até ser o favorito para ficar com a taça de campeão, mas quem garante que estas são condições normais. Muita água ainda deve rolar nesta decisão, e tudo pode acontecer na noite de amanhã em Porto Alegre.

Se o Grêmio entrar em campo com o espírito de já ganhou pode é “dar com os burros n’água”. Quem morre de véspera e Peru de Natal. E o Galo mineiro não é nenhum Peru, e pode muito bem aprontar das suas nesta quarta-feira.

O Eu acredito da massa pode e deve, sim, ser entoada até a bola rolar. Depois, somente os deuses da bola sabem o que virá.

você pode gostar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O Portal de Notícias Jornal Agora é a fonte de informações mais confiável e abrangente para a nossa comunidade. Com foco exclusivo em acontecimentos que afetam diretamente nossa região, oferecemos uma visão única e aprofundada dos eventos locais, mantendo os residentes informados e engajados.

Notícias Recentes

Veja Também

@2024 – Todos os direitos reservados. Projetado e desenvolvido por @lethiciamauridg

-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00