Início » Postos agem rápidos e gasolina chega perto dos R$ 4 na cidade

Postos agem rápidos e gasolina chega perto dos R$ 4 na cidade

by Portalagora

 

 

 Pablo Santos

 A exemplo do Brasil, os postos de combustíveis  de Divinópolis reajustaram de forma extremamente rápida o preço da gasolina. O litro do combustível nas bombas, ontem já está perto dos R$ 4. A Petrobras anunciou última terça-feira, 6, o reajuste de 8% para refinarias. Em outubro e novembro a empresa pública anunciou dois cortes, no entanto, o repasse para o consumidor demorou ou, em alguns casos, nem foi notado pelo consumidor.

Uma pesquisa realizada pelo Jornal Agora em 10 postos de combustíveis da cidade apontou média de R$ 3,85 para o litro da gasolina.

Na semana passada, o litro do combustível estava cotado na cidade a R$ 3,76, segundo os dados da Agencia Nacional do Petróleo (ANP). Em média, a alta foi de 2,36%.

No preço menor, o litro da foi cotado a R$ 3,70 na avenida Getúlio Vargas no Centro. No maior, o litro foi cotado a R$ 3,99 dois postos da rua Goiás, um também no Centro e outro no Ipiranga.

Na Região do Sidil, o valor foi cotado a R$ 3,94 nos dois postos do bairro.

Até terça-feira, era possível encontrar o litro da gasolina na cidade a R$ 3,69, no menor valor e no maior, R$ 3,84, de acordo com pesquisa da ANP.    

Contradição

Em 14 de outubro, a Petrobras havia anunciado corte de 2,7% no valor do diesel e de 3,2% no da gasolina. Já no dia 8 de novembro, a empresa reduziu em 10,4% no preço do primeiro e em 3,1% no da segunda.

De acordo com a ANP, no primeiro corte a queda foi de apenas 0,03%. Aparente para o consumidor, quase nenhum efeito da redução anunciada pela Petrobras.

Antes mesmo de chegar o consumidor, a empresa pública anunciou aumento.

A Petrobras reajustou em 8,1% o preço da gasolina em suas refinarias. Também tem novo preço o diesel com alta de 9,5%. A decisão foi tomada durante reunião do Grupo Executivo de Mercado e Preços da estatal, com base na nova política de preços da empresa, que prevê pelo menos uma revisão a cada 30 dias.

 O aumento dos valores afetam diretamente as distribuidoras de combustível, que podem repassar ou não o valor aos consumidores finais. Segundo a Petrobras, caso o reajuste nas refinarias seja repassado integralmente ao consumidor, o preço da gasolina nas bombas deve aumentar 3,4% ou R$ 0,12 por litro, em média. Já no diesel, o aumento do preço final pode chegar a 5,5%, ou 0,17% por litro.

O reajuste dos combustíveis nas refinarias foi decidido, de acordo com a Petrobras, devido ao aumento observado nos preços do petróleo e derivados e a desvalorização da taxa de câmbio.

 

 

você pode gostar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O Portal de Notícias Jornal Agora é a fonte de informações mais confiável e abrangente para a nossa comunidade. Com foco exclusivo em acontecimentos que afetam diretamente nossa região, oferecemos uma visão única e aprofundada dos eventos locais, mantendo os residentes informados e engajados.

Notícias Recentes

Veja Também

@2024 – Todos os direitos reservados. Projetado e desenvolvido por @lethiciamauridg

-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00