Início » Tudo pronto?

Tudo pronto?

by Portalagora

Tudo pronto?

 

Deve estar. Mesmo apenas desconfiado que iria ganhar a parada, Galileu não parou de pensar em uma possível equipe de assessores. Não está fácil. O secretário municipal ganha hoje um pouco mais de seis mil reais e, descontando o que o governo garfa, sobra algo em torno de quatro mil, o que não dá para pagar alguém com um nível competente com a função.

 

Daí que…

 

…o prefeito não tem escolha. Ou pega quem gosta de política e não entende bulhufas do assunto de uma secretaria qualquer, ou nomeia alguém que esteja na espera de algo melhor, e se sujeita a ganhar um salário mixuruco para uma função delicada. O “nomeador” fica então entre a cruz e a caldeira: não tem escolha e “se não tem tu, vai tu mesmo”, como diz o dito popular.

 

Sem choro

 

O passar do tempo mostra que o descompasso entre o progresso e a letargia não é nada mais nada menos do que a competência. Existem, sim, pessoas competentes que até admitem assumir um cargo importante sem grande remuneração. Só que estas não estão dispostas a sair de casa, deixar o pijama ganho com a aposentadoria, e arriscar ser denunciado ou preso por ter assinado um papel que deveria ter lido com um pouco mais de atenção.

 

Assim…

 

…o neo prefeito cai na vala comum de todos os seus antecessores, e dele mesmo, já que “provou da fruta” por três vezes. Irá nomear candidatos derrotados do seu partido, e provavelmente de algum outro que queira se juntar, para que tenha maioria na Câmara. De qualquer modo, mesmo com a economia, não somente do município, em frangalhos, gente de boa cepa não está querendo ganhar salário de pouco mais de quatro mil reais. Mesmo porque com este dinheiro, não dá para aluguel, ter um carro, cuidar da escola dos meninos e… comer!

 

Tolentino

 

O deputado estadual Fabiano Tolentino apresentou a este PB o que fez com os mais de três milhões que recebeu do estado, em verbas que foram distribuídas só em Divinópolis, durante os seus quatro primeiros anos de Assembléia Legislativa. Educação: R$ 825 mil; Esporte e Lazer: R$ 820 mil; Saúde: R$ 680 mil; Assistência Social: R$ 390 mil; Agricultura e Pecuária: R$ 240 mil; Infraestrutura: R$ 200 mil; e Cultura: R$ 140 mil. Total: R$ 3.295.000,00, ou seja, três milhões, duzentos e noventa e cinco mil reais.

 

Um bom dinheiro

 

Considerando que o total de verbas foi de seis milhões de reais, para os quatro anos de mandato, destinar mais da metade para Divinópolis foi um feito que, se não houver prova em contrário, nenhum deputado já o fez. Chamou a atenção um detalhe que passou quase despercebido: a Escola Municipal de Música, que precisa com urgência de instrumentos musicais, deixou perder ou esvair-se a quantia de 80 mil, logo ela que está precisando de um piano, e que este Diário tentará obter por meio de uma campanha, dentro das comemorações dos seus 45 anos.

 

Parece existir um!

 

O motivo da perda do dinheiro? – O repasse de R$ 8 mil que a prefeitura deixou de fazer, para que a verba chegasse até os cofres municipais. Se não houver um desmentido de algum responsável, continuamos a pensar que isto é um absurdo, já que o prefeito formou-se lá, dentro daquela escola, e que até por isto deveria ter dado um pouco mais de atenção ao assunto! Resumindo: deixou-se de ganhar R$ 80 mil, por causa de R$ 8 mil. Belo negócio!!!

você pode gostar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O Portal de Notícias Jornal Agora é a fonte de informações mais confiável e abrangente para a nossa comunidade. Com foco exclusivo em acontecimentos que afetam diretamente nossa região, oferecemos uma visão única e aprofundada dos eventos locais, mantendo os residentes informados e engajados.

Notícias Recentes

Veja Também

@2024 – Todos os direitos reservados. Projetado e desenvolvido por @lethiciamauridg

-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00