Início » Supermercadistas amargam retração

Supermercadistas amargam retração

by Portalagora

Pablo Santos

Os supermercadistas mineiros amargaram retração em novembro, porém o desempenho não preocupa o setor. Dados divulgados ontem pela Associação Mineira de Supermercados (Amis) revelam declínio no mês passado quando se confronta com outubro. Já no acumulado do ano, o setor registrou leve aumento nas vendas.

Em novembro, o faturamento dos supermercados do Centro-Oeste assinalou declínio de 2,29%. A região foi a segunda com maior queda entre as pesquisadas, quando se compara com outubro.  A Região Central de Minas assinalou declínio de 2,48% e foi a maior queda entre as analisadas. Junto com o Centro-Oeste apareceu o Triângulo Mineiro com o mesmo declínio de 2,29%. O Sul também registrou queda: 2,14%, acompanhado de Norte/Noroeste (2,13%) e Rio Doce (2,02%).

A Zona da Mata foi a região com a menor queda: 1,77%, de acordo com os dados da Amis. No geral, as vendas dos supermercados mineiros registraram queda em relação ao mês anterior e fecharam novembro em -2,31% sobre outubro.

– A retração em novembro sobre outubro não chega a preocupar o setor porque está mais ligada a efeitos do calendário. Além de 30 dias contra 31 em outubro, o mês de novembro teve dois feriados (Finados e Proclamação da República). Em outubro, também há o feriado do dia 12, mas o mês teve cinco finais de semana, contra quatro em novembro – explica nota da Amis.

Na comparação com o mesmo mês do ano anterior, o resultado foi quase estável, mas também ficou negativo: -0,06%. Em contrapartida, no resultado de janeiro a novembro, o setor acumula crescimento de 1,40%, o que é considerado pela AMIS dentro das projeções de encerrar o ano com expansão de 1,8%.

Natal
De acordo com a Amis, o movimento nos supermercados já está maior desde o último final de semana e a projeção é de aumentar mais. 

– Mesmo com renda menor, o consumidor não deverá deixar de comemorar o Natal com a família. A expectativa, porém, é que ele opte por substituição de alguns itens, aumentando, assim, a procura por aqueles de menor valor agregado – detalha a nota.

 

Projeção
A Amis revisou para cima as projeções de crescimento em 2016. No início do ano, a entidade previa uma expansão de 0,50% nas vendas durante o ano diante do cenário de retração econômica. Agora, a expectativa é de que o ano de 2016 feche com crescimento real de 1,8% nas vendas. No ano passado, os números finais foram 0,7% maiores do que os de 2014.

Com a revisão das projeções, o setor deverá fechar este ano com um faturamento de R$ 34,1 bilhões, em 7.095 lojas, e geração de 179 mil postos de trabalho de forma direta. Esses números já levam em consideração as 50 lojas abertas ao longo do ano, com a geração de 5 mil postos de trabalho.

 

 

você pode gostar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O Portal de Notícias Jornal Agora é a fonte de informações mais confiável e abrangente para a nossa comunidade. Com foco exclusivo em acontecimentos que afetam diretamente nossa região, oferecemos uma visão única e aprofundada dos eventos locais, mantendo os residentes informados e engajados.

Notícias Recentes

Veja Também

@2024 – Todos os direitos reservados. Projetado e desenvolvido por @lethiciamauridg

-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00