Início » Estado reforça compromisso de Samu para início do ano

Estado reforça compromisso de Samu para início do ano

by Portalagora

A situação de espera do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192) da Região Ampliada de Saúde (RAS) Oeste (Samu Oeste), com Centro de Regulação de Urgência em Divinópolis, está para ser mudada.

O secretário de Estado de Saúde (SES) de Minas Gerais, Nalton Moreira, confirmou as informações repassadas pelos deputados Domingos Sávio (PSDB) e Jaime Martins (PSD) ao jornal Agora quanto à decisão do ministro Ricardo Barros de credenciar Samu Sul (Varginha), que está consumindo parte dos recursos estaduais que seriam destinados ao funcionamento do Samu Oeste.

Segundo informe da SES, atualmente, a Secretaria arca com a parte do Ministério da Saúde (MS) no custeio do Samu Sul que, por ainda não ter sido credenciado, não recebe a contrapartida federal. O custeio do Samu deve ser tripartite, sendo o governo federal responsável por 50% e os governos estadual e municipal por 25% cada um.

Da audiência com o ministro Barros, o secretário Nalton Moreira saiu satisfeito:

— A conversa foi muito positiva, porque saímos de lá com a garantia do credenciamento do Samu Sul, assegurando, assim, recursos do governo federal para o custeio. Assim, vamos poder realocar esse dinheiro que estava sendo pago para completar a parte do ministério para colocar em funcionamento o Samu Oeste e, posteriormente, também queremos viabilizar a abertura do Samu do Triângulo Norte. Lembrando que o governo federal só credencia depois que o Samu já está em funcionamento e, antes disso, o Estado precisa arcar com a parte do governo federal — explicou.

 

Seis regiões, 23 bases

 

O Samu Oeste servirá a uma população de aproximadamente 1,266 milhão de potenciais usuários, distribuídos em 54 municípios localizados na Região Ampliada de Saúde Oeste (RAS-O), com pontos referenciais em seis Regiões de Saúde (RS).

O Samu vai funcionar estruturado em 23 bases conectadas na Central de Regulação de Urgência (CRU), em Divinópolis, para onde serão direcionadas todas as chamadas do telefone 192. O sistema do Oeste, o segundo a funcionar em Minas, já está pronto para entrar em ação, dispondo de 31 ambulâncias para serem assim usadas: sete, nas Unidades de Suporte Avançado (USA); 24 nas Unidades de Suporte Básico (USB).
Cada unidade será composta de médico regulador, enfermeiro, farmacêutico, psicólogo, técnico em enfermagem, auxiliar de farmácia, técnico administrativo e condutor socorrista.

 

Investimentos feitos

 

Ainda segundo informe da SES, a secretaria firmou convênio com o Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região Ampliada Oeste, que ficará responsável por gerenciar o Samu Oeste.

Até agora, já foram investidos R$ 7.076.279,61 na aquisição de equipamentos (médico, resgate, treinamento, cirúrgico, informática, mobiliário); materiais de consumo (limpeza, escritório, informática, medicamento, médico-hospitalar); serviços de terceiros (telefonia, gráfico, sistemas, sinalização, fornecimento de gases), cujo custo está em R$4.061.088,33. Para a compra das ambulâncias, foram dispendidos R$ 3.926.200,00 para aquisição de 31 veículos completos, todos já encaminhados a cada unidade de serviço.

O Samu Oeste está previsto para funcionar a partir de fevereiro de 2017, concomitantemente com a Sala Vermelha, em vias de ser reaberta no Hospital São João de Deus, também em fevereiro.

você pode gostar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O Portal de Notícias Jornal Agora é a fonte de informações mais confiável e abrangente para a nossa comunidade. Com foco exclusivo em acontecimentos que afetam diretamente nossa região, oferecemos uma visão única e aprofundada dos eventos locais, mantendo os residentes informados e engajados.

Notícias Recentes

Veja Também

@2024 – Todos os direitos reservados. Projetado e desenvolvido por @lethiciamauridg

-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00