Início » Novo prefeito diz que não vai governar para grupos

Novo prefeito diz que não vai governar para grupos

by Portalagora

Flávio Flora

O prefeito Galileu Machado (PMDB) e o vice, Rinaldo Valério (PV), tomaram posse na Sessão Solene de instalação da 24a Legislatura no salão de esportes do Estrela do Oeste Clube. O peemedebista garantiu que não governará para grupos, mas para toda a população. Foi eleita também a Mesa Diretora com um numeroso público. Dando início à solenidade, o vereador eleito mais idoso, José Luiz de Faria Campos (PMN), ocupou a presidência regimental, juntamente com o vereador mais novo, Roger Viegas, no papel de secretário, para empossar os 17 vereadores.

A melhor Câmara
Usando da palavra, o presidente regimental vereador Zé Luís comentou trechos da Constituição sobre “o exercício do poder em nome do povo”; destacou que o vereador deve usar de todos os sentidos para bem desempenhar seu papel; rezou a “Oração da felicidade”, do papa Francisco, e deixou uma mensagem em nome dos vereadores.

— A partir de amanhã, Divinópolis espera muito desta casa legislativa. De fazer uma Legislatura histórica, impecável e que nossa gente tenha orgulho. Esta será a melhor Câmara de Vereadores de todos os tempos. Esse é o nosso compromisso — declarou Zé Luís, destacando, em seguida, a eleição da advogada Janete Aparecida, como a quinta vereadora eleita em 104 anos do município.

Concluindo seu longo discurso, o presidente regimental procedeu à eleição da Mesa Diretora. Duas chapas concorreram: a chapa 1, tendo na presidência, sargento Elton Tavares (PEN); na primeira-secretaria: Cleitinho Azevedo (PPS); vice-presidência: Eduardo Print Jr. (SD); e na segunda-secretaria: Zé Luiz da Farmácia (PMN). A chapa 2 ficou composta dos vereadores: Adair Otaviano (PMDB), na presidência; Janete Aparecida (PSD), primeira-secretária; Josafá Oliveira (PPS), vice-presidente; e Raimundo Nonato (PDT), segundo-secretário.

A chapa 2 foi a vencedora por um voto de diferença.

Adair Otaviano
Em seu pronunciamento, Adair agradeceu a Deus, aos amigos, aos familiares, ao seu partido e aos vereadores por terem depositado confiança em seu projeto político na Mesa Diretora.

— Estou assumindo um dos cargos mais importantes do Município. É uma oportunidade concedida por Deus. Estou na vida pública há 16 anos e me sinto preparado para os desafios que surgirão. Assumo de maneira humilde, mas com dedicação e firmeza. Não medirei esforços para a fiscalização e a resolução de todas as questões que envolvem o nosso município — afirmou.

E continuou:

— É com os olhos, com o coração e a compreensão do povo, que vamos seguir em frente. Precisamos entender que as disputas fazem parte da democracia e que tem, sim, diferenças ideológicas ou programáticas; mas, a partir de agora, não existem vencidos ou vencedores. Somos todos unidos para que tenhamos uma Câmara forte e com o objetivo maior de construirmos uma cidade promissora e altaneira e que valorize, principalmente, uma melhor qualidade de vida para os mais necessitados — propôs.

Galileu Machado
Dando sequência à solenidade, a presidência passou à cerimônia de posse do prefeito Galileu Machado e do vice Rinaldo Valério, que fizeram os juramentos da tribuna. Aos 84 anos de idade, o prefeito estava tranquilo, mostrando vitalidade e equilíbrio. Em suas primeiras palavras, Galileu apresentou agradecimentos aos 58.443 votos que lhe confiaram a missão de governar o município pela quarta vez.

— É um dia memorável para mim — disse.

Na sua introdução, lembrou que, ao final de seu último mandato, Divinópolis fora classificada como a quinta melhor cidade para se viver e que, 11 anos depois, a encontra em 23º lugar e sob estado de calamidade financeira.

— Voltei mesmo, com todo entusiasmo, com toda a satisfação. Tudo isso está acontecendo porque fiz um governo do povo para o povo, governo sem ostentação, sem pirotecnia, pautado na humildade. E vai continuar sendo assim — afirmou Galileu

Gestão consciente
Em seu discurso, referiu-se à população flutuante de Divinópolis que não se compõe apenas dos 230 mil habitantes, mas também das pessoas que buscam Divinópolis por ser cidade-polo e devem merecer o respeito da administração municipal. Destacou que seu governo recebe um município quase falido e disse estar sabendo dos problemas que tem pela frente neste início de mandato.

— Estou recebendo o município com os salários dos servidores em atraso e desmotivados. Eu sei também que os primeiros recursos que entrarem na Prefeitura quitarei esses compromissos, como o fiz da vez passada. A cidade está suja e abandonada, tem obras não terminadas para concluir, como o Centro Administrativo – de nome pomposo, mas que tem apenas um terceiro andar para uso. Eu sei que existe um hospital regional também a ser terminado, além de outras obras menores — relatou.

Ao encerramento, reafirmou sua condição física – “disposição, boa saúde, experiência e competência para, juntamente com a sua equipe de governo e os laboriosos servidores municipais, resolver todos esses problemas e fazer Divinópolis prosperar e a ser respeitada no cenário estadual e nacional”.

 

 

você pode gostar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O Portal de Notícias Jornal Agora é a fonte de informações mais confiável e abrangente para a nossa comunidade. Com foco exclusivo em acontecimentos que afetam diretamente nossa região, oferecemos uma visão única e aprofundada dos eventos locais, mantendo os residentes informados e engajados.

Notícias Recentes

Veja Também

@2024 – Todos os direitos reservados. Projetado e desenvolvido por @lethiciamauridg

-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00