Início » Início de ano e…

Início de ano e…

by Portalagora

 

…de governo municipal, a conversa é sempre a mesma: mudanças. O novo prefeito entra com uma responsabilidade muito grande, que é resolver a bomba deixada por Vladimir Azevedo (PSDB), que assinou um decreto esquisito no final do seu mandato, dando mais nove anos para a Copasa entregar as obras, que já deviam estar funcionando.

Como Galileu Machado (PMDB) não é marinheiro de primeira viagem, irá esperar algum tempo, descobrir o que houve, para tomar alguma providência. É de se esperar que tenha havido algo muito sério, pois até o deputado Domingos Sávio (PSDB), presidente do partido e manda-chuva em Divinópolis, sentiu-se traído. O tal decreto precisa ser explicado tim-tim por tim-tim.

 

Por outro lado…

 

Toda mudança requer mudanças. Nenhum novo governante, mesmo sendo da situação, o que não é o caso, deixa de mudar todo o secretariado. Galileu, praticamente, já fez isso, instalando nos seus devidos lugares os nomes esperados, como Fausto Barros, Djalma Guimarães, Ricardo Moreira, Osvaldo André e Vera Prado. Trouxe outros menos cotados como Dimas Arnaldo, Júlio Campolina e Regiane Alves, enquanto surpreendeu com Wendel Santos, Hilton Aguiar, Rogério Barbieri, Antônio Eustáquio, Heberth Dutra, Suzana Xavier e o Tenente Valdo Martinho. Faltam alguns, que “já se achavam lá”, mas os nomes ainda não apareceram.

 

No meio do cipoal…

 

…o novo prefeito até que se saiu bem, pois os nomes, em sua maioria, carimbadíssimos, têm qualidades e condições de auxiliar o prefeito. A cartola de Galileu funcionou bem e a escolha revelou que existem, sim, bons profissionais à disposição, até sem precisar de lupa para achá-los. Agora, é partir para o tudo, pois estamos no nada, sem dinheiro e sem ideia do que vem pela frente. O governo federal está confiante na economia em 2017, por que não entrar na onda?

 

Aumentou??!!

 

Aumentou, sim, o novo mínimo agora está valendo, ou custando, R$ 937. Se não está valendo para quem ganha, está custando, e muito, para quem paga. Na verdade, o salário mínimo existe no mundo inteiro, apenas como um balizamento do mínimo do mínimo que se pode ganhar para ter uma vida um pouco fora da miséria. Compram-se duas cestas básicas ou um pouco mais, que, forçando a barra, alimenta uma família, sem que ela passe fome por 30 dias. Isso dizem os especialistas, que provavelmente nunca fizeram essa experiência. Mas e o resto? A roupa, a condução, o remédio, a luz, o aluguel, a água, etc. etc. etc.?

 

Nada e muito

 

O país é pobre, a economia idem e estamos em plena recessão com um índice de desemprego jamais visto. São mais de 12 milhões de almas penadas procurando emprego e, claro, não achando nada. Por isso, os pequenos e grandes roubos, os pequenos e grandes crimes, os pequenos e grandes golpes acontecem a cada minuto. Todos que não têm uma profissão, um meio de ganhar um dinheirinho, que não possuem estabilidade familiar, acabam indo para o crime. E a partir daí, o inferno também toma conta dos que estiverem ao seu redor.

 

Assunto batido

 

E rebatido. Neste ano, haverá feriados despropositados, que alegram quem trabalha e acabam com a vida de quem paga impostos etc., ou seja, de quem é patrão. A previsão é de uma queda absurda das vendas, que pode chegar à casa de R$ 10 bilhões. Divinópolis será atingida diretamente, pois por aqui o comércio é de pequeno porte, e normalmente as compras são feitas “face to face”, ou seja, nas próprias lojas.

você pode gostar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O Portal de Notícias Jornal Agora é a fonte de informações mais confiável e abrangente para a nossa comunidade. Com foco exclusivo em acontecimentos que afetam diretamente nossa região, oferecemos uma visão única e aprofundada dos eventos locais, mantendo os residentes informados e engajados.

Notícias Recentes

Veja Também

@2024 – Todos os direitos reservados. Projetado e desenvolvido por @lethiciamauridg

-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00