Início » Amar ainda pode dar certo

Amar ainda pode dar certo

by Portalagora

Que remédio você tem tomado quando algo te faz mal? Há pessoas que se acomodam no incômodo, encontram zona de conforto no desconforto e não percebem o quão nocivo se torna a si mesmo em virtude do ambiente a sua volta. Sim, não falei errado. A pessoa também se torna nociva, é comprovado que nos tornamos parecidos com o ambiente, as pessoas com que convivemos. A pessoa que está inserida num ambiente hostil fica amarga, perde o brilho e encontra fugas desfavoráveis para a saúde mental e física. Uma vez que a pessoa toma coragem para se remediar e sair deste ambiente, ela precisa da brisa do vento e do reequilíbrio da vida, pois situações que adoecem podem gerar um vácuo no coração de quem não tem afeição no mundo. A pessoa vê o amor e não sente o amor, quando na verdade a desgraça é menor quando o amor é maior. Mesmo em situações difíceis é um consolo, pois quem ama é apoiado, quem ama é consolado, quem ama é direcionado. Quem é realizado não cogita troca, cogita avanço, mas o estrutural a pessoa não cogita. Então você age conforme carrega a convicção de si mesmo. Por isso que há pessoas que aceitam migalhas, que alimentam seu amor com muito pouco, para a manutenção desse amor o mínimo é suficiente, talvez por conveniência, compaixão e pressão social. O que particularmente é inadmissível por mim, uma vez inserido na construção de uma relação, a energia e esforço deve ser em proporção idêntica. Ainda que a situação seja mais complexa para uma das partes, mas uma vez recíproca ela deixa de ser pesada. Quando você se depara com a pergunta: Você criaria um mundo sem dor para alguém? – Isso fala de um amor sacrificial, fala de entrega, tudo isso porque o amor, ele inspira coragem. Na obra de ‘O banquete’ de Platão, não há um amante que seja covarde ao ponto de sucumbir ao medo e abandonar o seu amado e não lutar por ele. Se uma pessoa não fica com o outro quando estes precisam ou não tem coragem de apostar em algo naquela pessoa, isso quer dizer que o que lhe falta não é coragem, senão sentimento genuíno. Afinal, repito, o amor inspira coragem. Do contrário serão conveniências, interesses. Ocorre que existem homens que não dominam seus sentimentos, são escravos de seus desejos, paixões e prazer. Esses não têm o menor merecimento quando praticam ato sem decisão, sem refletir. Eu sou a favor daqueles que sabem guardar o seu coração e tem discernimento de onde correm menos riscos e sabem ponderar exercendo o domínio próprio e entregando num ambiente que emite sinais seguros, racionalidade? Não, equilíbrio. Diante disso, estou certa que o tempo tem a velocidade das circunstâncias, ele é calculado de acordo com o prazer ou a tristeza do que você vivencia. O tempo não é igual para todo mundo. Vocês concordam comigo que então não é acaso, é escolha. Balman afirma que só existe amor próprio quando você é amado. A boa notícia é que se a pessoa tiver perspicácia e um pouquinho de sorte que chamo de providência de Deus, Ele gera possibilidades reais que nos traz a convicção de que o caos antecede a ordem, concluo, portanto, que amar continua valendo a pena.   

Por Flavia Moreira. Advogada, pós-graduada em Direito Público, Direito processual Civil, pelo IDDE em parceria com Universidade Coimbra de Portugal, ‘IUS GENTIUM CONIMBRIGAE, especialista em Direito de Família e Sucessões, associada ao IBDFAM e membro do Direito de Família da OAB/MG.

você pode gostar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O Portal de Notícias Jornal Agora é a fonte de informações mais confiável e abrangente para a nossa comunidade. Com foco exclusivo em acontecimentos que afetam diretamente nossa região, oferecemos uma visão única e aprofundada dos eventos locais, mantendo os residentes informados e engajados.

Notícias Recentes

Veja Também

@2024 – Todos os direitos reservados. Projetado e desenvolvido por @lethiciamauridg

-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00