Início » Consumidores estipulam R$ 238 para a compra do presente 

Consumidores estipulam R$ 238 para a compra do presente 

Comércio preparado para as vendas do Dia dos Namorados

by JORNAL AGORA

Jorge Guimarães

O Dia dos Namorados, celebrado em 12 de  junho, é uma data que movimenta o comércio varejista nas cidades, e traz uma série de benefícios para diversos segmentos, especialmente restaurantes, motéis e prestadores de serviços. Esta ocasião especial, que celebra o amor e o afeto entre casais enamorados, se traduz em um aumento significativo no consumo e na demanda por produtos e serviços que movimentam a economia.

Aumento nas vendas

A data é lucrativa e faz diferença no comércio varejista. Lojas de presentes, floriculturas, joalherias e estabelecimentos de moda testemunham um pico nas vendas, à medida que consumidores buscam itens como flores, chocolates, joias, roupas e acessórios.

Trata-se de uma excelente oportunidade para que o comércio lance promoções e campanhas de marketing criativas. Essas estratégias não apenas atraem clientes, mas também incentivam compras impulsivas e aumentam o ticket médio das vendas.

Na opinião do economista Lazaro Ribeiro, o aquecimento do comércio varejista durante o Dia dos Namorados contribui significativamente para a economia local. O aumento nas vendas gera receita adicional para as empresas, o que pode resultar em contratações temporárias, expansão de estoque e, consequentemente, maior circulação de dinheiro na cidade — avalia.

Segmentos

Restaurantes e motéis experimentam uma alta demanda durante o Dia dos Namorados. Muitos casais optam por celebrar com jantares românticos ou estadias em motéis, resultando em um aumento considerável nas reservas. Para garantir uma experiência especial, esses estabelecimentos frequentemente preparam cardápios exclusivos, decorações temáticas e pacotes promocionais.

Para atrair mais clientes, costumam oferecer combos e pacotes especiais que incluem jantares completos, bebidas, decoração temática, e até serviços adicionais como massagens ou tratamentos de bem-estar. Essas ofertas são atraentes para os consumidores e aumentam a competitividade entre os estabelecimentos.

— Para a data tão especial, nós preparamos muitas surpresas para os nossos clientes. Desde menus degustação com pratos sofisticados até suítes decoradas com temas românticos, com muita atenção aos detalhes que podem transformar a noite em uma lembrança inesquecível. — detalha o sócio proprietário de um dos motéis mais tradicionais da cidade, Geraldinho Mourão.

Prestação de serviços

Prestadores de serviços como floristas, decoradores, fotógrafos, e planejadores de eventos também se beneficiam da data. Casais frequentemente procuram tornar o dia especial com surpresas, sessões fotográficas, ou jantares decorados, gerando mais negócios para esses profissionais. Serviços de delivery de flores, chocolates, e outros presentes também ganham destaque, ampliando o mercado e proporcionando conveniência aos consumidores que desejam surpreender seus parceiros de forma prática e eficiente.

—  O Dia dos Namorados é uma data importante para o comércio varejista das cidades, impulsionando a economia local e beneficiando significativamente segmentos como restaurantes, motéis e prestadores de serviços — acrescenta o economista. 

De acordo com ele, com campanhas de marketing eficazes, ofertas atrativas e experiências diferenciadas, os estabelecimentos conseguem captar o espírito da celebração e traduzir o amor dos casais em um movimento comercial lucrativo. 

Horário Especial

Com a data sendo comemorada amanhã, a Câmara de Dirigentes Lojista (CDL) de Divinópolis elaborou um horário especial para o comércio. Assim as lojas que optarem podem estender o horário de funcionamento em até 2 horas a mais por dia para atender à demanda, horário este que começou no último sábado e se estende até amanhã.

Conforme a legislação trabalhista, a carga horária dos funcionários do comércio é de 44 horas semanais, podendo ser estendida em até 2 horas extras por dia.

Horas extras

Em caso de horas extras, podem ser compensadas através de banco de horas ou mediante pagamento na folha salarial, com o devido acréscimo legal previsto pela Convenção Coletiva vigente.

Pesquisa

A data deve levar 96 milhões de consumidores às compras, é o que aponta pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) em parceria com a Offerwise Pesquisas. De acordo com o levantamento, 59% dos entrevistados pretendem presentear no Dia dos Namorados. A estimativa mostra uma queda numérica de 3,8 milhões em comparação com o ano passado.

Os esposos ou as esposas aparecem em primeiro lugar (54%) no ranking dos principais presenteados, enquanto 37% pretendem presentear os namorados. Entre os que não vão comprar presentes, 53% não têm namorado, noivo ou cônjuge, 13% vão priorizar o pagamento de dívidas e 11% não têm dinheiro.

Ainda de acordo com o levantamento, 56% dos consumidores afirmam que devem comprar um único presente, enquanto 32% pretendem adquirir dois itens, sendo a média de 1,5 presentes.

Valor médio

Os consumidores vão gastar, segundo a pesquisa, em média R$ 238 com presentes, com isso, estima-se um movimento em torno dos R$ 22,81 bilhões no varejo e prestações de serviços. Cosméticos, roupas e calçados lideram o ranking dos itens mais procurados.  

Entre as razões para gastar mais, os consumidores afirmaram que pretendem comprar um presente melhor (61%, principalmente os não casados. Entre os entrevistados, 61% consideram que os preços dos presentes este ano estão mais caros do que ano passado. 33% acreditam que estão na mesma faixa de preço e 6% que estão mais baratos. 76% pretendem fazer pesquisa de preço antes das compras, principalmente pela internet.

Pagamento

A principal forma de pagamento será à vista (65%), enquanto 33% comprarão parcelado, segundo o levantamento. As principais modalidades de pagamento serão: cartão de crédito parcelado (31%), PIX (27%) e cartão de débito (13%). Quanto às comemorações, 37% planejam comemorar a data na própria casa, 29% em um restaurante e 9% na casa do namorado.

— O país passa por um período de recorde no endividamento dos consumidores. É preciso, acima de tudo, ter disciplina para conter os gastos e usar a criatividade para comemorar a data. Não vale a pena colocar o orçamento em risco para impressionar o parceiro — orienta a especialista em finanças da CNDL, Merula Borges.

você pode gostar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O Portal de Notícias Jornal Agora é a fonte de informações mais confiável e abrangente para a nossa comunidade. Com foco exclusivo em acontecimentos que afetam diretamente nossa região, oferecemos uma visão única e aprofundada dos eventos locais, mantendo os residentes informados e engajados.

Notícias Recentes

Veja Também

@2024 – Todos os direitos reservados. Projetado e desenvolvido por @lethiciamauridg

12 de junho

você merece um presente

Claret

Abrir bate-papo
Fale com nosso time comercial
Olá!
Podemos ajudá-lo?
-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00