Início » Hortaliças e frutas ficam mais baratas no atacado

Hortaliças e frutas ficam mais baratas no atacado

by Portalagora

Jorge Guimarães

Os preços da alface, do tomate, da cebola e da cenoura tiveram queda no mês de outubro nas principais centrais de abastecimento do país. Os dados fazem parte do 11º Boletim Prohort de Comercialização de Hortigranjeiros nas Ceasas em 2016, divulgado esta semana pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), empresa vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Pesquisa esta que demonstra a queda virtual, englobando todo o país, de alguns itens a partir do segundo semestre. Notícia que da um alento ao consumidor neste final de ano.  Os valores da cenoura variaram, por exemplo, entre R$ 0,70/quilo na Ceasa Campinas (SP) e R$ 1,50/quilo em Recife (PE). Em Brasília, mesmo com alta de 7,64%, a hortaliça foi vendida a R$ 0,81/quilo. Situação semelhante ocorreu com a cebola em Curitiba: apesar do aumento de 9,58%, o produto continua com um dos menores preços entre os estados analisados: R$ 1,07 o quilo.  Lembrando que essa tendência diversificada é explicada pelo fato de a produção ser influenciada pelas condições climáticas locais de cada região produtora.

Preços

A batata foi a única hortaliça que teve aumento de preços nas nove centrais de abastecimento analisadas devido à entressafra, quando há redução na oferta. A cotação ficou entre R$ 1,47 o quilo em Belo Horizonte e R$ 2,54/quilo em Recife.

No caso do mamão, o menor preço praticado foi observado em Belo Horizonte (R$ 1,61/ quilo) e o maior, em Brasília (R$ 2,99/ quilo), com quedas de 7,86% e 22,37%, respectivamente.

O preço da banana também caiu e outras que registraram importante quedas nos preços foram nectarina (63%), ameixa (59%), pêssego (58%), melão (40%), jabuticaba (34%) e caqui (23%).

Semana Black

As reduções dos preços já vão sendo notadas ao longo dos últimos meses, nas gôndolas dos supermercados, mercearias e sacolões da cidade. E aproveitando o embalo da Black Friday, tem rede de supermercado que entrou a semana com o lema “Semana Black”. Em uma loja do Centro, na data de ontem, a beterraba, chuchu, cebola branca e abóbora eram comercializados a R$ 1,49. Já a cenoura vermelha saia a R$ 1,19, enquanto o pepino era comercializado a R$ 1,39 e abatata doce R$ 1,99. Já os temperos mais utilizados na culinária brasileira tinham também preços baixos com a cebola branca saindo a R$ 1,49 e o alho, que baixou mais uma vez, comercializado a R$ 1,69. Na parte das frutas a manga Tommy estava         a R$ 1,99, o mamão havaí era vendido por     R$ 2,99, a melancia em pedaços a R$ 1,99 e inteira a R$ 1,59. Nas gôndolas também se via o leite longa vida a  R$ 1,89 e pernil traseiro a R$ 11,90.

— O segundo semestre foi muito bom para o consumidor em relação das baixas dos preços dos hortifrutis. As condições climáticas ajudaram em muito na oferta e, por consequência, o preço abaixou. Esperamos que as chuvas continuem durante o período chuvoso para que os preços se mantenham no começo do ano — disse o gerente André de Oliveira.

— Estou aproveitando as promoções para variar o cardápio lá em casa. Agora ele leva mais verduras e frutas e menos carne e massas — falou a dona de casa Irani Gomes

 

 

você pode gostar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O Portal de Notícias Jornal Agora é a fonte de informações mais confiável e abrangente para a nossa comunidade. Com foco exclusivo em acontecimentos que afetam diretamente nossa região, oferecemos uma visão única e aprofundada dos eventos locais, mantendo os residentes informados e engajados.

Notícias Recentes

Veja Também

@2024 – Todos os direitos reservados. Projetado e desenvolvido por @lethiciamauridg

-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00