Início » Um adeus melancólico

Um adeus melancólico

by Portalagora

Batendo Bola

 José Carlos de Oliveira

 jcqueroviver@hotmail.com.br

 

Um adeus melancólico

 

Para um treinador que foi bicampeão brasileiro no comando do Cruzeiro, quando fez de atletas desconhecidos e preteridos por outros clubes, destaques no futebol nacional, e que chegou a cinco finais nas cinco últimas seis edições da Copa do Brasil, o final de temporada de Marcelo Oliveira no comando do Atlético foi algo a se lamentar.

Os resultados das últimas partidas, com sete jogos sem vitórias, quatro empates e três derrotas, que culminaram por tirar o time alvinegro da briga pelas primeiras colocações no Campeonato Brasileiro 2016 e que tornaram difícil, para não dizer quase impossível, a conquista do bicampeonato da Copa do Brasil, poderiam até servir de desculpa para uma mudança tão radical, a apenas três jogos do término da temporada. Mas nem isto explica mais esta loucura do presidente Daniel Nepomuceno.

Pois esta é a verdade, o dirigente está é cometendo a maior das burradas. Não era para mudar agora, não. Marcelo poderia até ser mandado embora, pois afinal ficou devendo a frente de um time cheio de estrelas, mas merecia mais respeito e a oportunidade para terminar o trabalho que começou. Ou alguém ainda pensa o contrário?

Muitos clubes, treinadores, torcedores e dirigentes queriam estar era na posição do Atlético, hoje com vaga já garantida na Copa Libertadores 2017 e chances reais, ainda que remotas, de conquistar o segundo maior título do futebol brasileiro. E se o Galo está nesta posição, em parte se deve ao bom trabalho do treinador. Sem mais e nem menos.

 

Um desabafo para ficar na história

 

Em sua despedida da Cidade do Galo, o treinador finalmente teve coragem para falar aquilo que todos sabiam, mas tinham medo de dizer. O atual grupo de jogadores do Atlético é realmente desequilibrado. Tem excesso de bons jogadores para determinadas posições e atletas medíocres em outras. Não fosse assim, o Galo iria conquistar este atual Brasileirão com um pé nas costas.

Tem jogadores que decidem uma partida, e que já provaram isto em campo. Mas sua retaguarda não é confiável. Isto nem precisava o Marcelo falar, qualquer pessoa de bom senso, que entenda o mínimo de futebol, veria que o grande problema do Atlético é sua defesa, uma das piores do campeonato. E com uma problemão deste, impossível é a qualquer clube sonhar com as grandes conquistas.

Esta é uma máxima do futebol, que não tem como alguém questionar. Para armar um time campeão, todo treinador que se preza começa é pela cozinha, em seu sistema defensivo. E isto Marcelo não conseguiu fazer no Atlético, simplesmente por não ter no grupo atletas que se encaixassem em seu esquema de jogo. Este foi o seu pecado e é por causa dele que está pagando agora.

 

MANGUEIRAS BRASIL

 

Quem não tem competência…

 

No passado, o Fluminense usou da artimanha e se deu bem, tanto que até hoje deve uma Série B ao torcedor brasileiro. Mas esta do Internacional querer recorrer até à Fifa para se dar bem no tapetão e evitar a queda no Brasileirão, é algo que dói na alma de todos nós.

Vê se cria vergonha na cara Colorado. Passou o ano inteiro enganando seus torcedores, e agora quer se dar bem no tapetão. Que os gaúchos tratem de salvar o que puderem dentro das quatro linhas, deixando de lado o tapetão, é tudo que quer e pede a imensa torcida brasileira.

Chega de jogar merda no ventilador. O Campeonato Brasileiro já não é lá estas coisas e, entra ano e sai ano, sempre aparece alguém para tornar as coisas ainda piores.

Se o Internacional cair, o que deve realmente acontecer, que trate de juntar os cacos para reescrever sua história no futuro. Chega de imitar o Gerson, é querer levar sempre vantagem, doa a quem doer. A hora é de dar um basta nesta falta de vergonha de nossos dirigentes.

 

Domingo de futebol no Farião

 

Para a manhã deste domingo, tem uma boa programação reservada para a torcida do Guarani. A partir das 10h da manhã vai ser disputada uma rodada dupla no estádio Waldemar Teixeira de Faria, o Farião, no bairro Porto Velho. Em campo a garotada da base do Bugre, em duelos decisivos pelas quartas de final do Campeonato Mineiro, promovido pelo Instituto Mineiro de Escolinhas de Futebol (IMEF).

A rodada dupla terá na preliminar o duelo da categoria Sub-15 contra o Santa Cruz, e no jogo de fundo, o confronto da equipe Sub-17 contra o Bonsucesso.

E por falar na garotada da equipe Juvenil, fica aqui um pedido para este jovem time: chega de fazer a torcida morrer do coração. Não dá para dar mole com dois homens a mais em campo, não. Tem que ir para cima e decidir. Simples assim. Está dado o recado!

você pode gostar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O Portal de Notícias Jornal Agora é a fonte de informações mais confiável e abrangente para a nossa comunidade. Com foco exclusivo em acontecimentos que afetam diretamente nossa região, oferecemos uma visão única e aprofundada dos eventos locais, mantendo os residentes informados e engajados.

Notícias Recentes

Veja Também

@2024 – Todos os direitos reservados. Projetado e desenvolvido por @lethiciamauridg

-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00