Início » Condutor propõe “emoção” a passageira e causa acidente grave

Condutor propõe “emoção” a passageira e causa acidente grave

Colisão foi na MG-050 no início da noite de domingo; ele passou a tarde toda bebendo e foi que mais se feriu na batida

by JORNAL AGORA

Igor Borges

A embriaguez ao volante provocou mais uma grave acidente e em Divinópolis. A colisão ocorreu por volta das 19h20 deste domingo, 7, na MG-050, próximo ao bairro Serra Verde, entrada do Parque da Serra. Três pessoas ficaram feridas, duas delas em estado grave. A editora-chefe e repórter do Agora, Gisele Souto, foi uma das vítimas, mas sofreu apenas ferimentos leves.

Tudo aconteceu, quando o condutor do veículo, que segundo a passageira, teria bebido a tarde toda durante uma festa, e tentou fazer uma “gracinha” em busca de emoção e perdeu o controle da direção. Momento em que, segundo ela, bateu na mureta central e atingiu o Pálio que era conduzido por Gisele.

A batida ocasionou interdição parcial da via até que fossem feitos todos os trabalhos da Polícia Militar Rodoviária (PMRv), da perícia e retirada dos Pálio aringido pelo Fiat Uno.

Ferimentos

Os feridos foram atendidos por duas ambulâncias do Samu com apoio do Corpo de Bombeiros. A passageira, 45 anos, estava consciente, com corte na testa e sangramento nos ouvidos, foi encaminhada para a Sala Vermelha do Complexo de Saúde São João de Deus (CSSJD), O mesmo aconteceu com o condutor do Uno, 41 anos, que estava consciente, porém confuso e com Traumatismo Cranioencefálico (TCE) moderado.

Já a jornalista, estava consciente, com sangramento nasal, queixando dor de cabeça, mandíbula e pescoço. Foi levada para Pronto Atendimento do CSSJD, passou por exames e foi liberada ainda na madrugada desta segunda-feira.

Embriaguez ao volante

O Boletim de Ocorrência da PMRv relata que o condutor do Fiat Uno, estava em uma festa com a passageira. Ela contou aos militares, que fizeram o uso de bebidas alcoólicas neste local. Na volta, o condutor teria perguntado para ela se ela “gostava de emoção”, e então, acelerou o carro, perdeu o controle do volante, colidiu com a mureta central, e em seguida com o outro veículo.

A Polícia Militar não chegou a realizar o teste de bafômetro no condutor, mas de acordo com os profissionais que o atenderam no local, sentiram um forte odor de álcool no carro.

Gisele Souto comentou o momento de pânico.

— É um momento desesperador em que mil coisas passam pela sua cabeça. O que aconteceu? Eu morri? E meus filhos? É tudo muito rápido, fração de segundos. Pelo impacto e proporções do acidente, achei que não sairia de lá viva. Mas, ao mesmo tempo, tinha a certeza que Deus tinha me amparado. Além disso, o airbag foi fundamental para que eu não sofresse ferimentos mais graves. Depois pensei: logo eu que comento com meus colegas e pauto tanto, reportagens sobre embriaguez ao volante. Ao dirigir alcoolizado, esse condutor quase tirou a vida de duas pessoas e a dele. Acredito que seja a hora do endurecimento das penas para quem comete este ato. As autoridades responsáveis tentam incansavelmente atuar na prevenção, porém, o brasileiro só teme quando mexe em seu bolso — desabafa.

você pode gostar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O Portal de Notícias Jornal Agora é a fonte de informações mais confiável e abrangente para a nossa comunidade. Com foco exclusivo em acontecimentos que afetam diretamente nossa região, oferecemos uma visão única e aprofundada dos eventos locais, mantendo os residentes informados e engajados.

Notícias Recentes

Veja Também

@2024 – Todos os direitos reservados. Projetado e desenvolvido por @lethiciamauridg

7 edição - agora gastronomia
Abrir bate-papo
Fale com nosso time comercial
Olá!
Podemos ajudá-lo?
-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00