Início » Mais de 60% dos empreendedores mineiros promovem a diversidade 

Mais de 60% dos empreendedores mineiros promovem a diversidade 

Pesquisa do Sebrae revela a percepção dos donos de pequenos negócios sobre o tema, equidade e inclusão no meio corporativo

by JORNAL AGORA

Da Redação 

Na semana em que se comemora o “Dia Mundial da Diversidade Cultural para o Diálogo e o Desenvolvimento”, comemorado no dia 21, uma pesquisa realizada pelo Sebrae Minas aponta que 62% dos empreendedores mineiros estimulam ações para promover a diversidade, equidade e inclusão em suas empresas. Além disso, para 53% das pessoas entrevistadas, o tema é considerado muito relevante. A 2ª edição da pesquisa foi realizada entre os dias 08 e 23 de abril de 2024, com 392 empreendedores, entre microempreendedores individuais e micro e pequenas empresas, de todo o estado.

Segundo o estudo, 62% dos empreendedores investem em ações voltadas para a igualdade racial, 52% estimulam ações em prol da igualdade de gênero, 43% em prol da inclusão de pessoas mais velhas, 40% investem em ações para a inclusão de pessoas com deficiência e 31% estimulam ações em prol de pessoas LGBTQIAPN+. Quando perguntadas se pretendem investir em ações que promovam a diversidade nos próximos dois anos, 68% dos entrevistados afirmaram que sim. A ação mais citada foi a inclusão de pessoas mais velhas (37%), seguida pela igualdade racial (36%).

A pesquisa revelou ainda que 55% das pessoas entrevistadas têm empregados ou prestadores de serviços. Dentre esses, 58% afirmaram que incluem algum tipo de diversidade no quadro de funcionários da empresa. Dentre os tipos de diversidade mais contemplados no quadro de profissionais, estão racial (40%), seguido por gênero (28%) e LGBTQIAPN+ (26%).

Resultados relevantes

Para mais da metade dos entrevistados (53%), o tema diversidade, equidade e inclusão é considerado muito relevante, um aumento de 3% em comparação com a 1ª edição da pesquisa. Apenas 14% afirmaram que este é um tema pouco relevante ou irrelevante.

A pesquisa perguntou, ainda, qual a primeira ideia que vinha à cabeça dos empreendedores sobre o tema diversidade. A ideia que preponderou foi a de que “somos todos iguais”, para 52% dos entrevistados. Apenas 13% das pessoas afirmaram que nunca pensaram a respeito, e 4% acreditam que é um tema passageiro.

Um ponto que chama atenção na pesquisa é que 72% das pessoas entrevistadas afirmaram que não possuem, em suas empresas, nenhum produto ou serviço voltados para pessoas LGBTQIAPN+, pessoas com deficiência, de corpos diferentes, negras ou mais velhas.

— Focar na diversidade traz muitos benefícios para as empresas, como a oportunidade de inserção em novos mercados, ao desenvolver produtos e serviços inclusivos para pessoas de grupos minorizados, por exemplo. Além disso, o aumento da criatividade e inovação é outro grande benefício, na medida em que a pluralidade de pessoas traz perspectivas e soluções diferenciadas para o negócio — ressalta o presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae Minas, Marcelo de Souza e Silva.

Mas, segundo ele, ainda há desafios a serem superados para que as empresas consigam reestruturar sua cultura organizacional e se tornarem mais diversas e inclusivas.

Perfil dos empreendedores

A pesquisa traçou o perfil das pessoas empreendedoras em Minas Gerais. A maioria dos respondentes da pesquisa é cisgênero (55% homens e 43% mulheres), enquanto apenas 2% é transgênero ou não binário. Em relação à orientação sexual, 94% são heterossexuais e 6% são homossexuais, bissexuais ou pansexuais. A maioria das pessoas que empreendem se autodeclararam brancos (54%), e 46% se autodeclararam negras – sendo 36% pardos e 10% pretos.

Além disso, 99% das pessoas entrevistadas responderam que não pertencem ao grupo de pessoas com deficiência (PCD), e 94% declararam não ser uma pessoa neurodivergente. Dos 6% que possuem alguma neurodivergência, a grande maioria possui TDAH (82%), enquanto 14% declararam ter transtorno do espectro autista (TEA).

Ações 

No Sebrae Minas, diversidade, equidade e inclusão são valores centrais da instituição, conforme a presidência do órgão. Em 2018, foi criado o grupo de trabalho Sebrae de Plurais, com o objetivo de estimular a cultura da diversidade e tornar o ambiente corporativo mais criativo, inclusivo e inovador. 

O programa visa conscientizar e promover a diversidade no âmbito interno, e nas relações com os clientes e fornecedores da instituição. Entre as iniciativas, o programa busca desenvolver ações de sensibilização e letramento por meio de capacitações, palestras e encontros para os colaboradores em temas diversos, além de outras ações como censo da diversidade, clube do livro e curso de libras.

O “Dia Mundial da Diversidade Cultural para o Diálogo e o Desenvolvimento” foi declarado pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 2002. Celebrado em 21 de maio, a data homenageia a riqueza das culturas do mundo e o papel essencial do diálogo intercultural para se alcançar a paz e o desenvolvimento sustentável.

Foto/Divulgação/Sebrae

O programa visa conscientizar e promover a diversidade no âmbito interno

você pode gostar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O Portal de Notícias Jornal Agora é a fonte de informações mais confiável e abrangente para a nossa comunidade. Com foco exclusivo em acontecimentos que afetam diretamente nossa região, oferecemos uma visão única e aprofundada dos eventos locais, mantendo os residentes informados e engajados.

Notícias Recentes

Veja Também

@2024 – Todos os direitos reservados. Projetado e desenvolvido por @lethiciamauridg

7 edição - agora gastronomia
Abrir bate-papo
Fale com nosso time comercial
Olá!
Podemos ajudá-lo?
-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00