Início » Os ladrões devem morrer?

Os ladrões devem morrer?

by JORNAL AGORA

CREPÚSCULO DA LEI – Ano VI – CCLXXXIX

O “nacionalismo taxista” é uma terminologia jocosa usada para se referir a um conjunto de pensamentos medianos, estruturado em preconceitos morais e “achismos” etiológicos, utilizados para introduzir a ideologia da violência nos debates sobre segurança pública.

A técnica até parece simples. Por exemplo, quando a discussão envolve crimes contra o patrimônio, principalmente assaltos, o senso comum é bombardeado com estímulos midiáticos que o fazem refém do mimetismo para esbravejar e perguntar incessantemente: “E se a vítima fosse você, seu filho, esposa ou mãe”?

Ora, ao inserir o interrogado na posição de vítima, é óbvio que a resposta vem contaminada com boa dose de ira, de raiva, de ódio. Quase todos aqueles que foram vítimas de assalto, em um primeiro momento, gostariam de ver seu algoz passar por algum sofrimento como castigo, em face daquele ultraje. Afinal, em muitos casos, um celular roubado ainda não teria sido – sequer – devidamente quitado.

É óbvio que a vítima fica p… da vida, chegando mesmo a pensar que “bandido bom é bandido morto!”

É nesse momento de irracionalidade que os extremistas – defensores das desigualdades sociais – se aproveitam para canalizar o ódio provocado e trazer pautas morais, punitivas, irracionais e seletivas para a segurança pública, ou seja, aumento de pena e violência policial contra TODA a classe baixa.

Entretanto, a experiência histórica tem mostrado que tais medidas fazem apenas por proteger a riqueza da classe alta e entupir as penitenciárias de micro criminosos.

Esta é a técnica moral utilizada – com êxito – fulcrada no “combate ao assaltante”, e não ao “assalto”.  Prender “assaltantes” não elimina o problema do assalto, ao contrário, cria uma cortina de fumaça em favor dos responsáveis pelos assaltos, boa parte deles imiscuídos nos lucros financeiros de organizações criminosas disfarçadas de partidos políticos.

As estatísticas demonstram que o cerne da segurança pública está na vitimidade provocada pela desigualdade social causada por desvios de verba que deveriam chegar ao real destinatário popular. As classes baixas são verdadeiramente “roubadas” sem que possam perceber, exatamente pelo fato de um corruptor midiático trazer à tona imbecilidades ideológicas do tipo: “E se fosse com você?” 

Tenha-se “santa paciência!”.  Cadeia é para ladrão de joias (aquelas), não para ladrões de galinhas (aqueles).

  A CANALIZAÇÃO EMPÁTICA DO ÓDIO E DA RAIVA: QUERER ACABAR COM O ASSALTANTE, MAS NÃO COM O ASSALTO.

ABORTO BRASIL X ISRAEL

GAYS BRASIL X ISRAEL

USO DE MOCONHA

você pode gostar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O Portal de Notícias Jornal Agora é a fonte de informações mais confiável e abrangente para a nossa comunidade. Com foco exclusivo em acontecimentos que afetam diretamente nossa região, oferecemos uma visão única e aprofundada dos eventos locais, mantendo os residentes informados e engajados.

Notícias Recentes

Veja Também

@2024 – Todos os direitos reservados. Projetado e desenvolvido por @lethiciamauridg

7 edição - agora gastronomia
Abrir bate-papo
Fale com nosso time comercial
Olá!
Podemos ajudá-lo?
-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00